Alpes Suíços

Special Tour 5 dias Availability: 2021-06-02
Nendaz, Suiça Europa, Alpes Suíços

A Suíça é um país montanhoso da Europa Central com um grande número de lagos, vilas e os famosos Alpes.

Suas cidades têm bairros medievais e monumentos como a torre do relógio Zytglogge, na capital Berna, e a ponte de madeira de Lucerna.

O país também é conhecido por suas estações de Ski e trilhos pedestres. Os setores bancários e financeiros são muito importantes para a economia do país, e os chocolates e relógios suíços têm fama no mundo todo.

Mas, quando fazemos uma visita à fábrica de chocolate da Cailler e provamos todas as espécies de chocolate que eles fabricam, bem… sem palavras.

 

 

PROGRAMA:

 

 

 


SAÍDA/CHEGADA
Basel Aeroporto Internacional (Google Map)

Hora de Saída
Por favor não esqueça que tem de estar duas horas antes do voo.

INCLUÍDO
  • Entrada na Maison Cailler
  • Entrada Maison Gruyères
  • Transportes na Suíça
  • Bilhete Comboio Zermatt
  • Estadia em Aparthotel
  • Guias Profissionais
  • Seguros AP, RC, Viagens

NÃO INCLUÍDO
  • Alimentação
  • Entradas em Monumentos
  • Bilhetes de Avião

O que pode esperar:

Os Alpes são um local mágico, um local de sonho, que se via nos filmes da Heide.

Venha desfrutar de 5 dias fabulosos na companhia dos guias da Paradigmo, que o levarão a locais de sonho, esta será uma viagem que ficará na memoria para o resto da vida, pelos melhores motivos que podemos ter.

  • Caminhadas de Visita em Zermatt
  • Visita a Berna, Sion, Interlaken, Lauterbrunnen
  • Montreux, Lausanne
  • Percorremos diversos Locais nos Alpes
  • Viagens de Comboio
  • Prova de Chocolate e Queijo Suíço
Obrigado por partilhar:
0
fb-share-icon0
Dia 1: Após a chegada à Suíça vamos visitar Berna

Berna é uma das cidades mais antigas da Europa, visitamos o Parque do Urso, animal emblemático da Cidade.

Berna, capital da Suíça, foi construída em torno de uma curva do rio Aar. Fundada no século XII, a cidade conta com arquitetura medieval preservada na Altstadt (Cidade Velha). O Parlamento Suíço e os diplomatas se encontram no Bundeshaus (Palácio Federal), de estilo neorrenascentista. A Französische Kirche (Igreja Francesa) e a torre medieval nas proximidades, conhecida como Zytglogge, datam do século XIII

Dia 2: Visita a Lauterbrunnen

Lauterbrunnen situa-se num dos mais impressionantes vales dos Alpes, entre gigantes escarpas e cumes montanhosos. Com as 72 estrondosas cascatas, vales acolhedores, coloridos prados alpinos e solitárias pousadas de montanha, o Vale Lauterbrunnen constitui uma das maiores áreas de conservação da natureza da Suíça.

“”Lauter Brunnen” – o nome da aldeia “grandes fontes” por si só sugere a singularidade desta paisagem: Existem 72 cascatas no vale Lauterbrunnen. Um símbolo emblemático é a cascata Staubbach que desce por uma das faces proeminentes de quase 300 m, sendo uma das cascatas mais altas da Europa. Johann Wolfgang von Goethe, que visitou o vale em 1779, deixou-se inspirar pelas estrondosas massas de água para o seu famoso poema “Gesang der Geister über den Wassern” (Canção dos espíritos sobre as águas).

Outro fenómeno natural espantoso são as cascatas Trümmelbach no interior da montanha “Schwarzer Mönch” (Monge negro) escondidas pelas poderosas faces da montanha. Por segundo, caem 20 000 litros de água nas dez cascatas do glaciar com uma altura total de cerca de 200 metros. O fenómeno pode ser visto apenas no verão e através de um teleférico em forma de túnel.

Dia 3: Visita a Zermatt

Zermatt situa-se ao sopé do Matterhorn. O desenvolvimento turístico da cidade está intimamente ligado àquela que é muito provavelmente a montanha mais famosa do mundo. Este destino de férias é uma zona onde carros são proibidos, sendo preservada sua personalidade original, e onde as possibilidades de excursão são quase ilimitadas.

A localização de Zermatt, ao sopé do Matterhorn e em meio a uma enorme região de esqui e trekking, faz deste um dos vilarejos mais sedutores do mundo. A região de esqui compreende 63 ferrovias montesas, e 360 quilômetros de pistas. A região chamada de “paraíso de geleiras do Matterhorn” é a maior e mais elevada região de esqui de verão da Europa. Inúmeras equipes nacionais de esqui treinam aqui no verão.

A região é lendária entre os montanhistas: a Haute Route, desafiadora rota internacional, que leva dias para ser concluída, sai de Mont Blanc e vai até Zermatt. Há mais de 400 quilômetros de trilhas de caminhadas, saindo e levando ao Vale do Matter, incluindo as trilhas dos comerciantes de mula, datadas do século XIII (parte dessas trilhas é asfaltada).

Dia 4: Visita à Produção do Queijo e Chocolate

Produção do Queijo Gruyére

A região de Greyerzer (Gruyère), com suas paisagens de verde ondulado e com os picos dos Pré-Alpes de Friburgo, é a terra natal do mundialmente famoso queijo Gruyère. A cidadezinha medieval de Gruyères tem aparência de cartão postal, estando situada ao topo de uma pequena colina.

A paisagem tranquila da região de Gruyère, com o Lago de Gruyère – um dos mais belos lagos artificiais na Suíça – é o lar das vacas pretas e brancas de Friburgo, as quais fornecem o leite utilizado no saboroso queijo Gruyère. No meio deste cenário de cartão-postal, localizada entre as encostas de Moléson e de Dent du Chamois, ergue-se a pequena cidade medieval de Gruyères, livre de trânsito, com o seu castelo e rodeada por uma muralha.

Dentro do castelo do século 13, funciona um museu que traz oito séculos da arquitetura, da história e da cultura da região. Em St. Germain, segundo e menor castelo de Gruyères, fica o museu H. R. Giger. Foi Giger quem projetou as horríveis criaturas fantásticas para o filme hollywoodiano “Alien”. O museu abriga as pinturas e esculturas mais importantes do artista, de 1960 até os dias de hoje. Há também um bar H.R. Giger.

A pitoresca cena da pequena cidade é complementada pelos inúmeros restaurantes que servem as especialidades da região: fondue, raclette e, especialmente, sobremesas feitas com o excelente creme de leite de Gruyère.

Na moderna queijaria de Gruyères, é possível ver como o saboroso queijo local é feito. Para terminar o tour de delícias culinárias, uma visita guiada à fábrica de chocolate Cailler, perto de Broc, vai valer a pena para quem tem uma quedinha por doces.

Casa Cailler – Fábrica de chocolates

A fantasia e a realidade caminham lado a lado, com as diferente fases da produção dos chocolates Cailler explicadas no decurso de uma viagem audiovisual interativa. Por meio das câmeras, os visitantes podem acompanhar, em tempo real, a preparação dos ingredientes básicos para o chocolate.

O passado é baseado em uma série de fotografias vivas que fazem voar diante de nossos olhos a história original da fábrica (1898) até aos anos 60 do século XX. Uma viagem no tempo que reaviva as memórias.

Por fim, foi criada uma loja especialmente para os visitantes, na qual se encontra à venda toda a gama de chocolate Cailler da Suíça.

Sentir, saber, descobrir, desfrutar e experienciar – tudo isto em uma experiência única de visita à fábrica de chocolate em Broc.

Dia 5: Visita a Lausanne e Regresso a Casa

 

Obrigado por partilhar:
0
fb-share-icon0
A Suíça é um país montanhoso da Europa Central com um grande número de lagos, vilas e os famosos Alpes. Suas cidades têm bairros medievais e monumentos como a torre do relógio Zytglogge, na capital Berna, e a ponte de madeira de Lucerna. O país também é conhecido por suas estações de Ski e trilhos pedestres. Os setores bancários e financeiros são muito importantes para a economia do país, e os chocolates e relógios suíços têm fama no mundo todo.

Write a Review

O seu endereço de email não será publicado.

 Call Center: +351 239 194 473
Total: 579,00€ From 579,00€ /person

( Please select date and time before select people )

Out of stock

× 579,00€ = 579,00€
× 400,00€ = 0,00€

Exceed the maximum number of people for this tour. The number of seats available is 10

OR

<p style="text-align: left;">Fill up the form below to tell us what you're looking for</p>

    Paradigmo Travel