Rota do Moleiro

Rota dos Moleiros
Características do Percurso
Nome: Rota do Moleiro, Código: Sem código
Tipologia: Circular, Distância: 10Km
Duração aproximada: 4/5h
Tipo de piso: Caminhos rurais e natureza
Grau de dificuldade: Médio
Partida: Cacilhas
Chegada: Cacilhas

 Fazer download do GPX  

Um moinho de água, é um tipo de moinho movido pela água que permite moer grãos de milho, trigo e cevada a partir da força da água.

Esta é a estrutura mais antiga conhecida de aproveitamento da energia cinética das águas dos rios e ribeiros.

Há centenas de anos que o movimento da água é usado nos moinhos. A passagem da água faz mover lemes de madeira que estão ligados a uma mó (pedra granítica redonda muito pesada). Esta, moe o cereal (trigo, milho, cevada) transformando-o em farinha.

O trabalho dos moleiros era de muito sacrifício, tinham de ir buscar o grão a cada casa e levar para o moinho para depois ser moído.

Mas quando estes moinhos são em zonas como as deste trilho a situação fica ainda mais complicada para os moleiros, porque tinham de carregar os taleigos (Sacos de pano longo e estreito para transporte de comida, neste caso o grão e depois a farinha)

O moleiro tinha de manter o moinho em bom estado, tinha de reconstruir o açude, picar as mós com picões para que as mós fiquem ásperas para moer melhor o grão. Tinha de afinar o alcance de mó superior ara que a farinha fosse mais fina ou mais grossa consoante o desejado e a finalidade da farinha.

A farinha depois de entregue em casa estava quase pronta para se poder fazer o pão. Antes tinha de ser peneirada para retirar as cascas do grão, o chamado farelo, depois era amaçada levedada e ia ao forno.

É bom quando passamos junto de um local destes e imaginamos as facilidades que temos hoje em dia, que basta ir ao supermercado e comprar a farinha que se pretende, até já tras fermento e tudo.

Antigamente a vida era muito árdua, para se ter alguma coisa para comer era preciso muito trabalho e muito sacrifício, os locais não facilitavam a vida de quem trabalhava, como esta ribeira.

Neste percurso podemos subir até ao Terreiro das Bruxas, ou encurtar o percurso na distancia que se pretende caminhar. Ainda não tem marcações de percurso pedestre, esta em construção para ser um percurso homologado, mas ainda em projeto.

Para este percurso sem guia, é aconselhado usarem o GPX disponibilizado para vos guiar. O trilho é fácil de identificar e não tem grandes dificuldades na orientação.

Em termos de caminhada, é sempre a subir até ao terreiro das Bruxas. É uma subida fácil de fazer sem grandes complicações. para pessoas com problemas de vertigens ou problemas de coração ou pulmonares não é aconselhado.

Pessoas com alguma dificuldade motora, também não é aconselhado.

Obs: Estão de parabéns o Montanha Club por estarem a limpar e a tratar deste trilho fantástico. Obrigado

 

Obrigado por partilhar:
0
fb-share-icon0

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Paradigmo Travel